Ícones do estilo

Um visionário, que usou materiais espaciais em um relógio e inventou óculos de sol com lentes trocáveis: há 50 anos, Ferdinand Alexander Porsche fundava seu próprio estúdio de design e tornava-se um influente criador da sua época. Seu estilo: atemporal, revolucionário – e icônico. 

   

“Um bom design precisa ser honesto.” 

Ferdinand Alexander Porsche

Em 1979, uma coletiva de imprensa de Yoko Ono entrou para a história do design, graças a um pequeno, porém importante acessório: os P’8479. Desde então, a artista e antiga companheira de John Lennon quase nunca fez aparições públicas sem esses óculos escuros, que logo se tornaram nada menos que sua marca registrada. 

De lá para cá, os P’8479 tornaram-se apenas um dos inúmeros ícones de estilo que a Porsche Design desenvolveu nos últimos 50 anos, desde sua fundação em 1972 por Ferdinand Alexander Porsche, conhecido por F. A., e seu irmão Hans-Peter. O genial designer era considerado um visionário realista. Evitava qualquer floreio, priorizando a funcionalidade nos seus desenhos, buscava inovações em tecnologias e uso de materiais e professava o purismo, com uma incorruptível exigência de qualidade. Sua atuação influencia até hoje o trabalho da Porsche Design, não só pela linguagem de formas que traçou, mas pela postura que definiu. Essa abordagem consiste em buscar sempre o próximo clássico, um design atemporal para reinventar produtos – como os “Óculos Exclusivos” com seu mecanismo de troca de lentes. O projeto desses óculos mantém-se inalterado há mais de 40 anos, com cerca de 11 milhões de unidades vendidas no mundo.

O começo dessa história de sucesso remonta à infância do designer, falecido em 2012. Pois sua filosofia baseava-se em fatos muito práticos. Como descreveu certa vez em uma entrevista, sobre suas primeiras tentativas: “Nos anos após 1949, não havia brinquedos para comprar. Então nós imaginávamos, projetávamos e construíamos nossos próprios brinquedos.” Desde o início, sua maior prioridade era a funcionalidade dos objetos. Seu irmão Hans-Peter também se lembra de F. A. como um esteta pragmático: “Certa vez, nossa mãe nos deu na Páscoa uma cesta cheia de ovos para pintar”, diz ele. “F. A. então usou seu kit de construção com peças metálicas para montar uma máquina com um suporte giratório para fixar os ovos.” 

Personalidade criativa:

Personalidade criativa:

F. A. Porsche à sua mesa de trabalho em 1979. Seus projetos eram marcados pela funcionalidade e pelo uso de materiais especiais.

A isso se seguiram inúmeras horas no antigo escritório de desenvolvimento e construção da Porsche em Zuffenhausen, que marcaram o jovem. F. A. Porsche guardava o lugar na memória como seu playground, como contou uma vez. “Eu absorvia tudo que via e ouvia como uma esponja, feliz e orgulhoso de fazer parte daquilo.” Depois dos primeiros experimentos juvenis, logo veio a profissionalização: o criador entrou para a empresa já em 1958, assumiu o recém-fundado departamento de design em 1962 – e pouco mais tarde desenvolveu, com o 911, a inconfundível linha de um dos mais bem-sucedidos carros esportivos do mundo. 

Com a fundação da Porsche Design, Ferdinand Alexander Porsche finalmente expandiu sua atividade, de automóveis para o design industrial e de produtos. Mas os carros esportivos mantiveram-se uma referência para ele. Quando vemos a pulseira de couro de um relógio de pulso inspirada no interior de um automóvel, o rotor de um relógio automático imitando as formas de uma roda ou sua caixa personalizável em cores originais de pintura automotiva, é fácil reconhecer de onde vieram as ideias. 

A filosofia de design de F. A. era marcada pela precisão pragmática. Aos seus olhos, um produto de formas perfeitas “não precisa de ornamentação”. Essa convicção também guiou o primeiro produto da sua empresa, que logo teria seu design eternizado: o Chronograph I. O primeiro relógio do mundo feito totalmente em preto cunhou uma tendência que influenciou gerações de relógios. 

Assim começou uma nova era para o fundador do estúdio de design. A decisão de criar a startup foi sucedida pela renúncia de todos os membros da família às atividades operacionais da construtora de veículos esportivos. Inicialmente, F. A. desenhou acessórios clássicos, como relógios, óculos e canetas-tinteiro. Hoje o portfólio de produtos é muito mais amplo, de escovas dentais, perfumes e torradeiras a chaleiras elétricas, computadores e vestuário, até projetos de edifícios completos, como a Porsche Design Tower em Miami. Além da funcionalidade, Ferdinand Alexander Porsche sempre buscava incorporar materiais especiais. Foi assim que a Porsche Design lançou, em 1980, o primeiro cronômetro de titânio do mercado. Até então, o metal nobre só era usado no espaço. Nele, Ferdinand Alexander Porsche encontrou o material para traduzir sua própria exigência funcional, igualmente presente na caneta “TecFlex”, também chamada simplesmente de P’3310. Com sua trama de aço, a caneta perde sua natureza trivial para se transformar em outro clássico.

Hoje todos esses ícones fazem parte do legado de F. A. Porsche. Pois sua atitude definiu um estilo, e os princípios que formulou incorporaram-se à identidade da marca. Segundo eles, as criações devem ser, por exemplo, “honestas e categóricas”, “inovadoras e conceituais”, “luxuosas e puristas” ou “atemporais e sofisticadas”. Fundamentos que se mantêm válidos até hoje e são o ponto de partida para todos os produtos da Porsche Design. A eles se soma a lei da simplicidade icônica de F. A. Porsche – que descreveu da seguinte forma o alicerce da sua filosofia de design: “Quando refletimos intensamente sobre a função de um objeto, sua forma às vezes brota de modo quase espontâneo.”

A empresa

Porsche Design é uma marca exclusiva de lifestyle fundada em 1972 por Ferdinand Alexander Porsche e seu irmão Hans-Peter. Junto com a marca Porsche Lifestyle e o Studio F. A. Porsche em Zell am See, na Áustria, ela é comandada pelo Porsche Lifestyle Group. Até hoje, são desenvolvidos no Studio F. A. Porsche todos os produtos Porsche Design. Com unidades em Zell am See, Berlim e Ludwigsburg, Los Angeles e Xangai, o estúdio de design também atende clientes internacionais.

Dirk Böttcher
Dirk Böttcher

Artigos relacionados