O que torna o som do Porsche Taycan tão único?

É fácil reconhecer um Porsche de olhos fechados. Isso também vale para os modelos totalmente elétricos.

   

Para os motoristas do histórico Porsche 356, os roncos, assobios e zunidos do antigo motor boxer resfriado a ar eram música para os ouvidos – gerados por uma orquestra mecânica de pistões e válvulas, correntes e balancins, sucções e compressões, combustões e emissões. Um som que, por gerações, tornou-se uma assinatura da marca. 

exemplo sonoro
  • Porsche 356

Áudio abstrato:

Áudio abstrato:

Esta imagem sonora do Porsche 356 foi gerada em máxima aceleração.

Com a mobilidade elétrica, os instrumentos dessa orquestra tornaram-se coisa do passado, substituídos por motores elétricos de baixo ruído. Mas a emoção e a mensagem persistem. Pois ao longo de anos, a Porsche compôs para o Taycan uma trama de sons nova, mas ainda característica da marca. “Nenhuma outra montadora cuidou mais do som do que a Porsche, tanto para dentro quanto para fora”, diz Tobias Hillers. Junto com seus colegas da equipe de design de som ele desenvolve desde 2015 a assinatura acústica do Taycan. “Já sabíamos há muito tempo que era preciso poder ouvir os carros elétricos. Também por motivos de segurança”, complementa. 

Em 2014, a União Europeia promulgou um regulamento para um sistema de alerta acústico para veículos elétricos, alterado em 2019. O Acoustic Vehicle Alerting System (AVAS) serve para proteger os outros participantes do tráfego e precisa estar ativado até uma velocidade de 20 km/h. O mesmo vale na China e no Japão. A norma comparável nos EUA exige até um som de alerta quando o veículo está parado e pronto para partir e uma elevação do nível de ruído até a velocidade de 32 km/h. 

Os especialistas em acústica de Weissach transformaram essa obrigação em uma arte. Se determinados componentes sonoros e volumes são exigidos por lei, eles foram além e criaram um som especial da Porsche: característico, esportivo e potente. Um aspecto essencial: o Taycan oferece ao motorista a mesma resposta clara que um 356 ou 911. E experiências com o Porsche 919 Hybrid confirmaram como reações audíveis do veículo são decisivas. Os motoristas de testes treinaram em um simulador com o carro que venceu três vezes em Le Mans. Eles foram mais rápidos quando receberam do carro de corrida a resposta acústica adequada para determinada situação de pilotagem. 

exemplo sonoro
  • Porsche Taycan

S de som:

S de som:

A voz do Porsche Taycan é uma composição autêntica de ruídos reais de automóveis.

Os veículos totalmente elétricos são silenciosos, mas não totalmente. O som de rodagem dos pneus, o ruído da transmissão e a vibração do motor não são menos expressivos que o som de um motor de combustão. Foi nesse cenário que os designers de som desenvolveram a voz do Taycan. Nada foi criado artificialmente: “O som precisa combinar com o veículo e ser autêntico”, enfatiza Hillers. “Aproveitamos os componentes sonoros que soam muito bem. Então filtramos e tiramos os sons menos agradáveis. O que soa como um bonde ou uma broca de dentista precisa sair.” 

O que parece um simples ruído é resultado de um trabalhoso processo de desenvolvimento. “Certa vez, literalmente nos trancamos por três semanas no nosso Nardò Technical Center na Itália, criando sons e os experimentando na hora nas pistas de testes locais”, conta o engenheiro. Os especialistas em acústica também passaram inúmeras horas no laboratório à prova de som do Centro de Desenvolvimento Porsche em Weissach para criar as bases do Porsche Electric Sport Sound. Além dos próprios ouvidos, eles também recorreram a uma cabeça artificial especial para audição binaural. Esse conceito designa a audição espacial com os dois ouvidos, onde o ouvido mais próximo da fonte percebe o som antes e mais alto que o outro. A audição humana é tão sensível que reconhece atrasos de até 0,00001 segundo e, a partir de uma determinada altura de tom, também diferenças de pressão acústica de um decibel. Com a cabeça artificial, os especialistas podem simular todas as posições desejadas, dentro e fora do veículo. 

O resultado fala por si só: o Porsche Electric Sport Sound é uma experiência sonora totalmente inovadora. Emotiva, não intrusiva, mas marcante e inconfundível. “Para provocar a sensação certa”, garante Tobias Hillers, “é preciso o som certo.”


Os especialistas em acústica de Weissach desenvolvem conceitos sonoros sob medida para cada geração de motores. Assim, cada modelo Porsche recebe sua própria assinatura acústica. Conheça os diferentes sons de motores em uma seleção de exemplos sonoros – do 356 ao Taycan.

exemplo sonoro
  • Porsche 356

exemplo sonoro
  • Porsche Taycan

exemplo sonoro
  • Porsche 550 Spyder

exemplo sonoro
  • Porsche 911 RSR (2015)

exemplo sonoro
  • Porsche 918 Spyder

exemplo sonoro
  • Porsche 928 GTS

exemplo sonoro
  • Porsche 936

exemplo sonoro
  • Porsche Carrera GT

Peter Weidenhammer
Peter Weidenhammer

Artigos relacionados

Dados de consumo

Modelos Taycan limusine esportiva

WLTP*
  • 24,1 – 19,6 kWh/100 km
  • 0 g/km
  • 370 – 512 km

Modelos Taycan limusine esportiva

Dados de consumo
consumo de energia combinado (WLTP) 24,1 – 19,6 kWh/100 km
emissões de CO₂ combinado (WLTP) 0 g/km
autonomia elétrica combinada (WLTP) 370 – 512 km
autonomia elétrica urbana (WLTP) 440 – 630 km
NEDC*
  • 27,0 – 25,4 kWh/100 km
  • 0 g/km

Modelos Taycan limusine esportiva

Dados de consumo
consumo de energia combinado (NEDC) 27,0 – 25,4 kWh/100 km
emissões de CO₂ combinado (NEDC) 0 g/km