Sonoridade

A coloratura de um supertenor ou a voz macia de uma cantora de jazz? Na música, gosto não se discute. Já qualidade da reprodução acústica, sim. Com o sistema de som 3D High-End Surround da Burmester no Porsche Panamera, ela atinge a terceira dimensão.

Illustration: ROCKET & WINK

O sedã esportivo estreia este novo formato de áudio, até então usado apenas em estúdios de Hollywood: o “Auro 3D”, que transforma sinais estéreo em um som surround que não limita-se a diferenciar a esquerda da direita e a frente da parte de trás, mas distingue também as regiões de cima e de baixo.

“O som 3D possibilita uma reprodução musical extremamente espacial, natural e emocional”

Reprodução potente
1.455 watts é a potência de saída dos amplificadores, quase 50% acima do modelo anterior. O subwoofer desempenha 400 watts, aumento de um terço.

Seu smartphone nunca soou tão bem
A Burmester e a Porsche desenvolveram um software que complementa os espectros de frequência perdidos durante a compressão e repara os erros de codificação, na medida do possível.

Mais watts por quilograma
O sistema de som da Burmester pesa, aproximadamente, apenas 500 gramas a mais do que um sistema de áudio convencional – sobretudo graças à aplicação de alumínio moldado sob alta pressão nos alto-falantes.

Na terceira dimensão
Os alto-falantes de banda larga superiores da coluna A transportam o som 3D para o interior do carro. Eles foram desenvolvidos especialmente para o Panamera e possibilitam alto desempenho acústico no mais compacto espaço.

O software modula
Seguindo um processo matemático com base em medições feitas nos mundialmente conhecidos estúdios Galaxy, na Bélgica, o som 3D é distribuído por 21 alto-falantes.

Sempre com reserva suficiente
Numa afinação de precisão que durou várias centenas de horas, os técnicos da Burmester e da Porsche otimizaram o som. Resultado: uma reprodução musical extremamente espacial, natural e emocional.

Johannes Winterhagen
Johannes Winterhagen